Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

SAIU HOJE (12/02) Bolsa Família anuncia NOVO benefício para lares com estudantes




O Bolsa Família, um dos programas sociais mais importantes do Brasil, acaba de receber um novo benefício que visa ajudar as famílias brasileiras na educação de seus filhos. O Programa Pé de Meia, criado pelo governo federal, será parceiro do Bolsa Família e visa criar um fundo de garantia para os jovens que estudam na rede pública do país.
Como funciona o Programa Pé de Meia?
O Programa Pé de Meia pretende incentivar os estudantes da rede pública a continuarem seus estudos, proporcionando uma poupança para o futuro. Para fazer parte do programa, é fundamental que o responsável pelo estudante esteja devidamente inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).
Requisitos para participar do Programa Pé de Meia
Para participar do Programa Pé de Meia, o cidadão precisa matricular seu filho no ensino médio da rede pública até abril de 2024. A partir do próximo ano, a matrícula deverá ser feita logo no início do ano letivo, assim que estiver disponível.
No momento da matrícula, a poupança do aluno receberá um valor inicial de R$ 200,00. Ao longo do ano letivo, o estudante receberá um montante total de R$ 1,8 mil, dividido em nove parcelas mensais. Em caso de conclusão do ensino médio sem reprovação, o aluno receberá uma bonificação de R$ 1 mil.
Benefícios adicionais para o 3º ano do ensino médio
No 3º ano do ensino médio, além da bonificação de R$ 1 mil, o aluno que realizar o ENEM também receberá uma bonificação adicional de R$ 200,00. Dessa forma, seguindo o programa à risca, o estudante poderá acumular uma poupança total de R$ 9,2 mil.
Como se inscrever no Bolsa Família e no Programa Pé de Meia?
Para se inscrever no Bolsa Família e no Programa Pé de Meia, é necessário estar devidamente inscrito no Cadastro Único. O Cadastro Único é a porta de entrada para diversos programas sociais do governo, incluindo o Bolsa Família.
Para se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico), é preciso procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência. No CRAS, os responsáveis pelas famílias poderão realizar a inscrição e atualizar seus dados sempre que necessário.
Benefícios do Bolsa Família
Benefício de Renda de Cidadania (BRC): O BRC é o benefício principal do programa, consistindo em uma quantia per capita de R$ 142 paga a cada membro da família. Esse valor é destinado a suprir as necessidades básicas de alimentação, saúde e educação.
Benefício Complementar (BCO): O BCO é um valor suplementar concedido às famílias cuja soma dos benefícios não atinja R$ 600. Ele garante um valor mínimo de R$ 600 por família, assegurando uma renda mais estável e adequada.
Benefício Primeira Infância (BPI): O BPI é um acréscimo de R$ 150 por criança com idade entre zero e sete anos incompletos. Esse benefício visa investir no desenvolvimento das crianças nessa faixa etária crucial, proporcionando melhores condições de saúde e educação.
Benefício Variável Familiar (BVF): O BVF é um acréscimo de R$ 50 destinado a gestantes, crianças e adolescentes de 7 a 18 anos incompletos. Esse benefício visa apoiar as famílias no cuidado e na educação dos seus filhos, garantindo uma renda extra para suprir suas necessidades específicas.
Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): O BVN é um adicional de R$ 50 por membro da família com até sete meses incompletos (nutriz). Esse benefício tem como objetivo proporcionar apoio financeiro às famílias que têm crianças em fase de amamentação, ajudando-as a suprir as demandas nutricionais desses bebês.
Benefício Extraordinário de Transição (BET): O BET é um benefício válido em circunstâncias específicas, a fim de garantir que nenhum beneficiário receba menos do que o montante do programa anterior, conhecido como Auxílio Brasil. O BET será pago até maio de 2025, assegurando uma transição suave para os beneficiários.
Ademais, o novo benefício do Bolsa Família em parceria com o Programa Pé de Meia representa um importante passo na garantia do acesso à educação de qualidade para as crianças e jovens brasileiros. Com essa iniciativa, o governo federal busca incentivar os estudantes a continuarem seus estudos e se prepararem para um futuro melhor.
É fundamental que as famílias estejam atentas aos prazos e requisitos para participar do Programa Pé de Meia, garantindo assim o acesso aos benefícios oferecidos. Através do Cadastro Único (CadÚnico), as famílias podem se inscrever no Bolsa Família e no Programa Pé de Meia, além de ter acesso a outros programas sociais que podem contribuir para sua qualidade de vida.
Com essa nova medida, o governo federal reafirma seu compromisso com a educação e o bem-estar das famílias brasileiras, proporcionando oportunidades e incentivando o desenvolvimento de crianças e jovens em todo o país.


Postar um comentário

0 Comentários