Cadáver corta cabelo e faz as unhas em cidade paranaense - RECONSAJ NOTICIAS

Breaking

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, 15 de julho de 2023

Cadáver corta cabelo e faz as unhas em cidade paranaense



Diversas áreas que estudam o corpo humano, como medicina e ciências biológicas, possuem contato com cadáveres e fazem dissecação e outros tipos de atividade para aprender mais sobre a anatomia humana.
Mas, não são apenas os estudiosos ou estudantes de medicina que podem ter "contato" com um cadáver. Em Curitiba, no Paraná, o Museu do IML é aberto ao público e possui alguns corpos, crânios, fotos de pessoas mortas, fetos e outras, para a visitação expostos.
No museu, um dos "personagens" do local é um cadáver que foi mumificado há muitos anos. O corpo não possui identificação, já que ele foi encontrado morto por um morador de rua e nunca houve registro de família. Com isso, de acordo com a autópsia, o homem morreu de causas naturais.
Assim, ele foi preparado para ser estudado e exposto do museu. De acordo com a organização, os funcionários já precisaram cortar os cabelos e unhas corpo mumificado, que "cresceram" com o tempo.
Mas, é possível cabelos e unhas crescerem após a morte?
Bom, as unhas e cabelos crescem a partir das células do nosso organismos, com isso, algumas pessoas acreditam que mesmo após a morte, essas celular ainda continuam vivas por um tempo.
No entanto, a maiorias dos especialistas afirmam que não é possível o crescimento das unhas e cabelos. Essa impressão de que eles ficam maiores é por conta da retração da pele que ocorre após o morte.
O cadáver vai secando e a pele vai ficando mais retraída, com isso, os cabelos e unhas podem ficar maiores.
Fonte: No Amazonas é Assim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad