Trabalhadores com carteira assinada recebem GRANDE PRESENTE com pagamento extra de mais de R$1.300 - RECONSAJ NOTICIAS

Breaking

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira, 5 de junho de 2023

Trabalhadores com carteira assinada recebem GRANDE PRESENTE com pagamento extra de mais de R$1.300




O penúltimo pagamento do abono salarial PIS/PASEP irá ocorrer neste mês de junho. Sendo assim, como de costume, o benefício será pago pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco do Brasil, para os trabalhadores do setor privado e os servidores públicos, respectivamente.
Os pagamentos do PIS/PASEP começaram em fevereiro, e irão se estender até julho, quando o último depósito será feito. Sendo assim, ao todo, 24 milhões de trabalhadores brasileiros que trabalharam com carteira assinada em 2021 poderão realizar os saques.
Lembrando que o PIS/PASEP paga um valor entre R$ 110 e R$ 1.320 (salário mínimo) para os trabalhadores. A variação dos valores pagos ocorre de acordo com o número de meses trabalhados no ano de 2021. Sendo assim, confira a seguir qual grupo irá receber o abono salarial neste mês de junho.
PIS/PASEP em junho
Os pagamentos do abono salarial PIS/PASEP estão ocorrendo desde fevereiro, sendo que neste mês de junho o benefício será pago aos trabalhadores nascidos em setembro e outubro, assim como aqueles que possuem números de inscrição no programa com finais 6 e 7.
Essa distinção ocorre pois os pagamentos do PIS e PASEP, na verdade, são separados. Isso porque o PIS (Programa de Integração Social) é destinado aos trabalhadores do setor privado, e paga conforme o mês de nascimento do trabalhador.
Por outro lado, o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) é destinado aos servidores públicos, e paga conforme o número final de inscrição do trabalhador no programa.
Além do pagamento no mês de junho, o abono salarial terá seu último depósito no mês seguinte, em julho. Sendo assim, a partir do dia 17 de julho irão receber o PIS/PASEP os trabalhadores nascidos em novembro e dezembro. Além disso, também recebem os servidores públicos com número final de inscrição 8 e 9.



Para receber o abono salarial, o trabalhador deve constatar o direito ao PIS/PASEP no ano de referência, que neste caso é 2021. Para isso, ele deve se encaixar em alguns requisitos impostos pelo Governo Federal. Sendo assim, é preciso estar de acordo com os seguintes critérios:
Estar inscrito nos programas do PIS/PASEP há, pelo menos, cinco anos;
Ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias consecutivos ou não no ano de referência (2022);
Ter recebido até dois salários mínimos no ano passado;
Ter os dados trabalhistas devidamente informados e atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Cálculo de acordo com os meses trabalhados
Apenas recebem o valor integral do abono PIS/PASEP os trabalhadores que trabalharam os 12 meses de 2021, sendo que quem trabalhou menos meses recebe menos proporcionalmente. Sendo assim, confira a seguir o cálculo dos valores do abono, de acordo com os meses trabalhados em 2021:
1 mês trabalhado – R$ 108,50;
2 meses trabalhados – R$ 217;
3 meses trabalhados – R$ 325,50;
4 meses trabalhados – R$ 434;
5 meses trabalhados – R$ 542,50;
6 meses trabalhados – R$ 651;
7 meses trabalhados – R$ 759,50;
8 meses trabalhados – R$ 868;
9 meses trabalhados – R$ 976,50;
10 meses trabalhados – R$ 1.085;
11 meses trabalhados – R$ 1.193,50;
12 meses trabalhados – R$ 1.320.

Em caso de dúvidas sobre valores e sobre as datas de pagamentos, a consulta ao abono salarial do PIS/PASEP pode ser feita através do Portal do cidadão, assim como pelo aplicativo Caixa Tem.




Fonte: Noticias Concursos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad