Padre é preso sob acusação de estupro de uma fiel | Reconsaj Noticias - RECONSAJ NOTICIAS

Breaking

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

domingo, 16 de julho de 2023

Padre é preso sob acusação de estupro de uma fiel | Reconsaj Noticias


O padre Airton Freire de Lima foi preso nesta sexta-feira, 14, suspeito de estupro contra uma fiel de sua igreja, em Arcoverde, no sertão de Pernambuco. O padre tem 63 anos e, de acordo com a vítima, o crime teria acontecido em agosto do ano passado, na sede da Fundação Terra, instituição criada pelo religioso para atender pessoas socialmente vulneráveis.
Conforme o Ministério Público de Pernambuco, outras cinco denúncias contra o padre estão sendo investigadas. O religioso foi afastado de suas funções na Igreja. Seus advogados recorreram da prisão, que consideram indevida.
O mandado de prisão expedido pela Justiça foi cumprido pela Polícia Civil na sede da Fundação Terra, onde o religioso se encontrava. A operação foi apoiada pela Polícia Rodoviária Federal, informa o Estadão. O MP, que pediu a prisão do suspeito, disse que a medida cautelar é necessária para garantir a continuidade da investigação, afastar o risco de novos delitos e assegurar a proteção às vítimas que procuraram a tutela do Estado. Três promotores foram designados para acompanhar o caso, que corre sob sigilo.
A denúncia contra padre Airton, conhecido em todo o Estado pela atuação à frente da fundação que mantém também creches e escolas, foi feita pela personal stylist Silvia Tavares de Souza. O caso veio à tona em maio deste ano, quando ela procurou a imprensa e também o governo do Estado para pedir que a investigação fosse concluída.
Em entrevista gravada em vídeo e publicada em redes sociais, Silvia disse que se expôs para encorajar outras mulheres. Ela recebeu apoio de entidades em defesa da mulher.
Na denúncia, Silvia afirma que um motorista e segurança do padre a ameaçou com uma faca e forçou a ter uma relação sexual com ele, por ordem do religioso, que se masturbou enquanto presenciava o ato. Moradora de Recife, ela relatou ter conhecido o padre em 2019, quando buscava ajuda para tratar uma depressão.
Desde então, a relação entre os dois se tornou próxima – ela o chamava de ‘padinho’ e ele se referia a Silvia como ‘princesa’.A violência sexual teria acontecido nos aposentos do padre, nas dependências da fundação.
Silvia participava de um retiro espiritual quando o padre teria pedido que ela lhe fizesse uma massagem. O motorista Jailson Leonardo da Silva, de 36 anos, a levou ao local onde o religioso estava deitado de bruços, coberto com um lençol de seda, e ela começou a massagem nas costas.
Quando ele pediu ao segurança que desse hidratante para a mulher massageá-lo no cóccix, ela percebeu que ele estava sem cueca e pulou da cama. Segundo ela, o segurança colocou uma faca em sua garganta e o padre mandou que ele a estuprasse.
Enquanto Jailson consumava o estupro, o padre assistia e se masturbava, sentado em uma cadeira. Ainda segundo a mulher, o padre tirou fotos do casal nu. Depois acariciou os órgãos genitais do motorista e mandou que eles tomassem banho. As diligências realizadas nesta sexta incluíram o cumprimento de mandados contra o motorista, mas até a manhã deste sábado, 15, segundo a Polícia Civil, ele não tinha sido preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad