Dívidas de até R$ 100,00 serão PERDOADAS pelo Governo? Veja como APROVEITAR! | Reconsaj Noticias - RECONSAJ NOTICIAS

Breaking

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira, 7 de junho de 2023

Dívidas de até R$ 100,00 serão PERDOADAS pelo Governo? Veja como APROVEITAR! | Reconsaj Noticias






O governo brasileiro lança em uma cerimônia, na tarde desta segunda, dia 5 de junho, dois programas que a equipe econômica desenvolveu. Um deles se chama Desenrola, que visa perdoar dívidas de até 100 reais. Assim, o outro programa se refere ao barateamento dos carros populares.


Os detalhes destas duas iniciativas tiveram aprovação do Presidente Lula durante uma reunião o com vice-presidente Alckmin, além do ministro da Casa Civil e da Fazenda – Rui Costa e Haddad. Dessa forma, veja na matéria a seguir como irão funcionar as novas medidas que o governo sancionou.
Carros populares
No caso das medidas que visam baratear os preços dos carros, o governo pretende reonerar parcialmente o diesel, compensando as perdas com arrecadação que o programa vai causar. Desse modo, o objetivo é diminuir o impacto do retorno dos impostos no preço dos postos.


A forma para compensar os cofres públicos era o principal questionamento que pairava no governo a respeito do programa.


A reoneração do combustível enfrentou uma resistência por parte da equipe, devido à elevação dos custos para caminhoneiros e pelo impacto na inflação no fim do ano. Isso porque o governo espera que os preços diminuam e o BC reduza a taxa básica de juros.


Com a viabilização da medida e com menos impacto no bolso dos brasileiros, o governo decidiu reonerar parcialmente o diesel.


O ministro Rui Costa diz que a ideia é que o programa de diminuição de custos dos carros possua validade de até 4 meses. A primeira proposta avaliava um prazo de 1 ano.


Costa afirmou que tudo será decidido pelo presidente no dia de hoje (5), garantindo que o programa dê um fôlego para a indústria de automóveis até que a taxa de juros caia no Brasil. Dessa forma, o ministro ainda disse que a procura por carros à vista aumentou atualmente. Entretanto, as grandes taxas de juros levaram à diminuição de financiamentos, reduzindo as vendas, consequentemente.
Programa Desenrola
Dito isso, Rui Costa afirma que o objetivo é perdoar as dívidas de até 100 reais com esse programa. Isso se os credores decidirem pela adesão da medida.
Segundo ele, nada será obrigatório. Isso porque o credor que aderir perdoará dívidas de até 100 reais e terá direito de acesso ao fundo garantidor, a fim de dar descontos em demais dívidas.
Assim, somente os bancos deverão retirar a negativação dos consumidores até esse valor, já que varejistas e companhias de luz e água não serão obrigados a perdoar tais débitos.
Além disso, ainda haverá uma renegociação das dívidas de até 5 mil reais para aqueles que recebem até dois salários mínimos.
Ademais, haverá um leilão de débitos, cujo credor com maior desconto terá acesso a um fundo de 20 bilhões de reais do Tesouro. Os primeiros leilões estão previstos para ocorrer entre julho e agosto.
As pessoas com dívidas maiores que 5 mil reais vão poder participar, mas única e exclusivamente através de incentivos que os bancos vão receber. Isto é, as dívidas acima de tal valor serão renegociáveis por meio de créditos tributários que as instituições receberão do Governo.
Por fim, é previsto que 40 milhões de cidadãos possam aderir ao ao programa, cujo cadastro deve acontecer em etapas por conta da quantidade de participantes.
Fonte: Pronatec

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad