Header Ads Widget

Preços dos combustíveis recuam pela primeira vez em 2023



Tanto gasolina quanto etanol ficaram mais baratos em abril (Foto: Freepik)
Os preços médios dos combustíveis recuaram pela primeira vez em 2023. No período de período de 1º a 13 de abril, a gasolina foi comercializada por R$ 5,85 nas bombas de abastecimento do País. O etanol apresentou redução de preço semelhante, de 0,40%.
Acompanhe o comportamento dos preços dos combustíveis em 2023Preço da gasolina chegou a bater nos R$ 7 em março (Foto: Paulo Silveira Lima/Garagem 360)

Os valores para os combustíveis último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL).

“A última vez que o IPTL havia identificado uma redução no preço da gasolina foi em dezembro do ano passado, quando o valor recuou 1,06% em relação a novembro. Ainda assim, vale ressaltar que, neste ano, o preço do combustível já acumula alta de 9,94%. Essas altas desde janeiro, acabam por refletir no mercado como um todo, pois como sinalizado no último Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os acréscimos no valor da gasolina também impulsionaram a alta desse indicador em março”, destaca Douglas Pina, diretor-geral de Mobilidade da Edenred Brasil, responsável pela apuração do índice.



Com relação ao etanol, a última baixa no valor, ressalta Pina, havia sido identificada em outubro de 2022, quando o preço do combustível ficou 4,58% mais barato em relação a setembro.
Todas as regiões brasileiras registraram redução no valor da gasolina. O preço médio mais baixo para o combustível foi identificado no Sudeste, onde o valor ficou em R$ 5,60, com recuo de 0,53%, em relação a março. A baixa mais expressiva ocorreu na Região Sul, de 0,81%, com o preço caindo de R$ 5,65 para R$ 5,60.
publicidade

Com relação ao etanol, o mais barato do País foi comercializado nas bombas do Centro-Oeste,Por R$ 4,08. Porém, foi no Nordeste que o combustível apresentou a baixa mais expressiva, de 0,89%, com o litro saindo de R$ 4,61 para R$ 4,57. Apenas a Região Norte registrou alta no preço médio do etanol, de 0,72% em relação a março, fechou o período em R$ 5,04 – preço médio mais elevado do País.

Na análise por Estado, a Paraíba apresentou a média mais baixa para a gasolina: R$ 5,42. Por sua vez, Roraima tem a gasolina mais cara, vendida por R$ 6,61. A redução mais expressiva para o combustível, de 1,89%, foi identificada no Acre, que fechou com o preço médio de R$ 6,06. O maior acréscimo ocorreu em Alagoas, de 1,22%, com o valor de R$ 6,03.
O etanol comercializado no Acre teve o aumento mais expressivo do País, de 4,37% – passou de R$ 4,37 para R$ 4,56. Já no Piauí verificou-se a redução mais expressiva para o combustível, de 4% (de R$ 4,75 para R$ 4,57). O preço médio mais alto para o etanol foi registrado no Pará (R$ 5,30), e o mais baixo, em Mato Grosso (R$ 3,79).
Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“No período, o etanol foi considerado o combustível mais vantajoso para abastecimento nos Estados do Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná e São Paulo. Os demais tiveram a gasolina como a opção financeira mais viável. Vale ressaltar que o etanol é considerado ecologicamente mais vantajoso para abastecimento, por ser capaz de reduzir consideravelmente as emissões de gases responsáveis pelas mudanças climáticas”, reforça Pina.
O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, e tem confiabilidade devido à quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo.

Postar um comentário

0 Comentários