Real desvalorizado: como o dólar impacta a vida dos brasileiros? | Reconsaj Noticias


O dólar, enquanto moeda mais utilizada em transações pelo mundo, tem impacto direto na vida dos brasileiros. As oscilações dele alteram, de forma significativa, a relação de compra e venda de produtos e serviços.
Diante da desvalorização do real, os grandes produtores e indústrias preferem comercializar seus produtos, de acordo com a demanda externa, através da exportação, gerando escassez e concorrência no mercado interno.
Isso provoca a alta dos preços de produtos, como café, soja e carne, mesmo sendo produzidos aqui. O produtor, quando não exporta, necessita fazer um acréscimo no valor para que ele consiga lucrar por meio da venda no mercado nacional.
Além disso, aqueles que planejam viagens internacionais também são diretamente afetados pelas oscilações do dólar. Muitas vezes, o planejamento financeiro para a realização da viagem precisa ser revisto, de acordo com a valorização da moeda. O aumento do valor do dólar ainda dificulta a valorização do real pelo governo brasileiro frente a outras moedas.
Quais fatores levam à alta do dólar?
A demanda por dólares é um dos fatores que contribuem para sua valorização. Quando há um crescimento na demanda, o valor dessa moeda aumenta. Esse movimento ocorre quando bancos centrais, instituições financeiras ou até mesmo cidadãos estrangeiros precisam de mais dólares.
Outro motivo está ligado à balança comercial, ou seja, as exportações ou importações de matérias-primas e insumos modificam o valor da moeda. Em casos de grandes importações de produtos – que geram um déficit – o dólar sobe.
Por último, uma vez que o mercado financeiro norte-americano aumenta sua taxa de juros, investidores passam a se interessar por títulos fornecidos pelo governo. Isso gera um crescimento na demanda internacional, adicionando ainda mais valor ao dólar.
É possível se beneficiar com a valorização do dólar?
Existem algumas opções de investimentos que podem trazer benefícios com a valorização do dólar. Entenda quais são, a seguir.
Mercado Futuro: Através da BM&F Bovespa, realiza a aquisição de contratos na baixa ou alta do dólar, que paga a diferença da valorização da moeda durante determinado período.
Investimento em Empresas Específicas: Ações de grandes empresas norte-americanas, como Meta e Apple, que podem ser obtidas por meio de ETF’s (Fundos de Investimentos) e BDR’s (Certificado de Depósito de Ações).
Fundos Multimercados: Conglomerados de diversos tipos de ativos, como moedas, ações de empresas e papéis de renda física. Apresentam bons retornos em momentos de volatilidade.
Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?
                                                                Fonte : Seucreditodigital.com.br

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
-- Composite Start -->