Ultimas

6/recent/ticker-posts

Fintechs de crédito têm importante prova de resistência: aumento da inadimplência | Reconsaj Noticias

Com a alta de juros e da inflação, o risco de inadimplência está maior do que nunca. Apesar do aumento dos preços afetarem todos os setores, as fintechs de crédito passam por uma prova de resistência.
As fintechs de serviços financeiros se popularizaram nos últimos anos com a ideia de oferecer empréstimos para as pessoas que não possuem acesso à crédito, além de ofertar taxas mais baixas para aqueles que têm mais possibilidades de pagar. Porém, a alta da inadimplência apresenta um grande risco para o modelo de negócio dessas empresas.
Aumento da inadimplência põe em risco as fintechs de crédito
De acordo com o levantamento feito pela Serasa, o número de brasileiros inadimplentes avançou 0,81% de fevereiro para março, e chegou aos 65 milhões de pessoas pelo segundo mês seguido. Essa alta não acontecia desde o começo da pandemia de Covid-19, em março de 2020.
Mas não para por aí. A expectativa é que a inadimplência continue subindo pelo menos nos próximos seis meses. Enquanto isso acontece, a inflação vai continuar diminuindo a capacidade de pagamento dos consumidores e das empresas. Como consequência, a alta no juros deve aumentar o custo do crédito para as próprias fintechs que precisarem de empréstimos.
Especialistas no mercado financeiro afirmam que esse é um momento decisivo. O enfrentamento da crise por parte de empresas desse setor vai depender de fatores como a capacidade de análise de crédito e a capitalização de clientes.
Para Sandro Reiss, presidente da Associação Brasileira de Crédito Digital (ABCD), o cenário atual de inflação e juros altos é também o momento que as fintechs poderão mostrar se são capazes de lidar com os desafios do setor.
“Algumas empresas vão acertar e outras vão errar, mas aquelas que coordenarem bem o apetite a risco e a oferta dos produtos poderão crescer com qualidade”, afirmou Reiss em entrevista ao Valor Investe.
Nesse sentido, uma das estratégias para encarar o período foi a abertura de rodadas de captação. A medida já foi tomada por diversas fintechs de crédito que buscam ter mais caixa para conseguir enfrentar a inadimplência.
Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?
                               Imagem: Basicdog / Shutterstock.com

Postar um comentário

0 Comentários