Ultimas

6/recent/ticker-posts

Lula promete poder de compra maior, enquanto Bolsonaro confessa que assaltou os brasileiros nos preços dos combustíveis | Reconsaj Noticias


A nova equipe de comunicação da pré-campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acertou o tom ao divulgar um novo vídeo focado na questão do custo de vida, com destaque para a perda de poder de compra da população em decorrência dos aumentos nos combustíveis e nos alimentos. "Por onde você olha, tudo ficou mais caro", diz o vídeo, destacando imagens de alimentos na feira, da gasolina e do gás de cozinha.




A peça casa com a percepção dos brasileiros, que apontam que o maior problema do País hoje é a inflação e a falta de perspectivas econômicas. E é exatamente isso que explica a possibilidade de vitória de Lula no primeiro turno.

Do lado de Jair Bolsonaro, ele pela primeira vez deu razão ao ex-presidente Lula e à ex-presidente Dilma Rousseff ao dizer, no dia de ontem, que não há qualquer impedimento para mudar a política de preços da Petrobrás, que foi alterada por Michel Temer após o golpe de estado de 2016, com a finalidade de retirar renda dos brasileiros e transferi-la para "O que eu acho que Petrobras poderia fazer, tem um artigo constitucional que fala da finalidade social da Petrobras. Não está sendo levado em conta. A paridade internacional só existe no Brasil", disse ele, referindo-se ao Preço de Paridade de Importação. "O PPI não é uma lei, é uma resolução do Conselho [de Administração da Petrobras]. Se o Conselho achar que tem de mudar, muda, mas a população como um todo não pode sofrer essa barbaridade porque atrelado ao preço do combustível está a inflação e poder aquisitivo da população está lá embaixo", disse ele.

Postar um comentário

0 Comentários