Header Ads Widget

Guanambi: Servidora pública é acusada de extorquir pacientes para marcação de exames e cirurgias




No último dia 24, em matéria veiculada no site Achei Sudoeste, a população da cidade de Guanambi, a 141 km de Brumado, acusou a prefeitura de agir com descaso na condução do programa Transporte Fora do Domicílio (TFD), que transporta pacientes para tratamento de maior complexidade na capital baiana. Na ocasião, a administração local rebateu as denúncias (veja aqui). Após a grande repercussão da notícia no município, uma denúncia ainda mais grave foi feita por uma paciente assistida pelo programa, a qual preferiu não se identificar. Segundo ela, a pessoa responsável pela marcação dos exames e consultas, que é servidora contratada da prefeitura, tem cobrado valores dos pacientes para fazer esses agendamentos. O valor da extorsão já chegou a R$ 150 por paciente. “Isso é inadmissível. É a mesma coisa de você procurar a central de regulação e o funcionário te cobrar pra marcar um exame. Isso não existe. Fico mais indignada porque isso não é de hoje. Tem muito tempo”, disse. A denunciante ainda acusou a servidora de se aproveitar do momento vulnerável dos pacientes para extorqui-los. “Por estar fragilizado e precisar realmente que seja marcada a consulta ou o procedimento, o paciente acaba pagando e deixa isso pra lá. Acho isso uma injustiça. Temos que ser humanos”, afirmou. Ela ainda ressaltou que a maioria dos assistidos são idosos que tratam de diversos tipos de câncer. A paciente espera que a prefeitura abra uma investigação para apurar a denúncia diante da sua gravidade. Em nota enviada ao site, a prefeitura de Guanambi informou que não pactua, sob nenhuma hipótese, com ilicitudes de qualquer natureza, praticada por qualquer servidor, sejam contratados, nomeados ou efetivos. “A denúncia em questão será apurada de forma rigorosa e as medidas administrativas e jurídicas, se for o caso, serão devidamente aplicadas”, garantiu. Segundo a prefeitura, a servidora é contratada e vem desde a última gestão do município.



Postar um comentário

0 Comentários