Header Ads Widget

MEI: Veja como solicitar crédito para financiar um imóvel, com taxas e prazos mais atrativos. Saiba como fazer.



                                               Imagem: Reprodução/Google

O crédito imobiliário para Microempreendedor Individual (MEI) registrou crescimento de cerca de 25% somente nos últimos cinco anos, passando de R$ 2,7 bilhões em março de 2016 para R$ 10,1 bilhões em março de 2021. Tal aumento ampliou a oferta de financiamentos para uma categoria de empreendedores que conseguem comprovar renda e fluxo de caixa com nota fiscal e movimentação bancária.
Nesse sentido, os empreendedores que se enquadram nessa categoria conseguem ter acesso a crédito imobiliário com taxas de juros mais atrativas e prazos diferenciados. De acordo com Thiago Teixeira, CEO da Credimorar, o MEI atualmente já pode escolher onde quer contratar um financiamento habitacional.
A empresa, que está presente no mercado há quatro anos, intermediou mais de R$ 1 bilhão em crédito imobiliário apenas no primeiro trimestre de 2021. Segundo Teixeira, a projeção até o fim deste ano é alcançar R$ 5 bilhões em transações desse tipo.
A Credimorar intermedia operações com os três maiores bancos privados do Brasil. Segundo os dados da instituição, o tíquete médio de empréstimos para MEI contratados por meio da plataforma para compra da casa própria é de R$ 350 mil, com taxa média de juros de 6,99% ao ano e prazo de 30 anos para pagar.
Como contratar crédito imobiliário para MEI
No caso do Santander, o crédito imobiliário pode ser quitado em até 35 anos, variando com a idade do contratante. Já no Bradesco, também há variações de acordo com a renda e o relacionamento do cliente com a instituição, mas a taxa de juros gira em torno de 6,90% para quem ganha de até R$ 10 mil por mês.
Para ter acesso a essas linhas de crédito na Credimorar ou em outras plataformas, o MEI precisa apresentar extrato bancário dos últimos três meses, cópia do Imposto de Renda (IR) e o registro na modalidade.
De acordo com Diego Perez, presidente da ABFintechs, as plataformas fazem o resto do serviço, como análise do perfil e consulta de eventuais restrições.
Além de comprar seu primeiro imóvel, o microempreendedor individual ainda pode financiar salas comerciais e até comprar uma casa de veraneio. “Com a documentação toda em ordem, o MEI pode ter o crédito imobiliário aprovado em até 5 dias úteis e escolher onde se financiar e que taxa pagar”, afirmou Antônio Carlos Oliveira, diretor executivo do marketplace de crédito ACT.
                                                   Fonte : www.redebrasilnews.com.br

Postar um comentário

0 Comentários