Header Ads Widget

CRUZ DAS ALMAS: Escolas municipais se preparam para a volta às aulas semipresenciais




As escolas municipais já estão se preparando para a volta às aulas semipresenciais. Os ambientes das unidades foram demarcados com orientações de distanciamento, uso de máscara e álcool 70%.

A partir da próxima segunda-feira (02), os professores e demais profissionais de educação participarão de capacitações com diretrizes sobre a conduta necessária para garantir a segurança de todos no retorno às aulas. A Secretaria de Educação convida pais, responsáveis e estudantes para visitarem as escolas a fim de comprovarem a efetividade das medidas contra a covid-19 e decidirem sobre o retorno à sala de aula.

"Estamos prontos para o retorno com aulas híbridas. Preparamos as escolas do Fundamental II, seguindo todo o Protocolo de Segurança que foi elaborado. Tudo foi pensado para garantir a segurança e o cuidado com a saúde de toda a comunidade escolar", afirma a secretária de Educação Geisa Novaes.

A retomada das aulas será de forma escalonada, começando pelas turmas do Ensino Fundamental II (do 6º até o 9º ano) e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Depois, o Fundamental I (1º ao 5º ano) retorna e, por último, as classes da Educação Infantil. Onze unidades vão iniciar as aulas semipresenciais a partir do dia 09 de agosto: Centro Educacional Cruzalmense (CEC), Centro de Convivência Esportivo Educacional (CENDEC), Colégio Jorge Guerra, Colégio José Batista da Fonseca (JB), Colégio Virgildásio Sena, Grupo Escolar Maria Peixoto, Colégio Dr. Raimundo Jean Cavalcante, Colégio Lourival José dos Santos, Colégio Municipal da Embira, Escola Augusto Eugênio e Escola Francisco José Barbosa.

Todas escolas estão passando por adequações do espaço para as medidas contra o coronavírus, como a instalação de pias na entrada com dispensador de sabão, além do totem com suporte de álcool 70% nos corredores. Além disso, a ocupação máxima de cada sala será de 50% da capacidade total de alunos. O espaço entre a mesa do professor e as carteiras dos estudantes seguirá a orientação de dois metros de distância e cada aluno deverá estar a um metro e meio do colega, no mínimo.

A diretora do CEC, Celma Paulo, explica como planeja a volta às aulas na maior unidade de Ensino Fundamental II e Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Município, com 927 alunos ao todo. "De acordo com o que determina a Secretaria de Educação e por conta do tamanho das salas, nós colocamos o limite de 10 alunos em aulas presenciais em cada turma. O rodízio de alunos será adotado caso mais estudantes desejem frequentar a escola presencialmente. A entrada será sem filas, com aferição de temperatura e disponibilidade de álcool", comenta a professora.

No CEC, o acesso aos banheiros passa a ser controlado e o intervalo é apenas para o consumo da merenda escolar servida em sala de aula. O bebedouro foi isolado e todos os estudantes devem levar a própria garrafa de água. O atendimento aos pais e responsáveis deve ser agendado para evitar aglomerações.

Postar um comentário

0 Comentários