Ultimas

6/recent/ticker-posts

Lula recebe de líderes do PSD e reafirma ser contra teto de gastos: 'tirou dinheiro da Educação e do SUS'



“Quero garantir o dinheiro da política social, do arroz, do feijão, da carne, da cebola, do tomate, do litro de leite”, afirmou Lula em coletiva de imprensa
6 de outubro de 2022, 18:03 h Atualizado em 6 de outubro de 2022, 18:04
O ex-presidente Lula (PT) recebeu nesta quinta-feira, 6, políticos do PSD, como o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o senador reeleito Otto Alencar, e concedeu uma coletiva de imprensa na qual reforçou ser contra o Teto de Gastos, uma das primeiras medidas impostas pelo governo golpista de Michel Temer (MDB).
Perguntado sobre responsabilidade fiscal, Lula afirmou que isso “não tem que estar na lei, tem que estar na responsabilidade do dirigente”, pois “todo mundo sabe que não pode gastar mais do que recebe”. “Todo mundo que sabe que, se tiver que fazer uma dívida para construir um ativo novo, pode fazer dívida porque esse próprio ativo se paga”, continuou.
Lula lembrou que assumiu o Brasil quebrado em 2003, mas que ele reduziu a dívida pública, pagou a dívida e emprestou dinheiro para o FMI, e foi o único país do G20 que governou com superávit primário entre 2003 e 2010.
“Sou contra teto de gastos”, afirmou. “O que se fez foi evitar investimentos em educação, na saúde, no SUS, para garantir dinheiro para os banqueiros. E quero garantir o dinheiro da política social, do arroz, do feijão, da carne, da cebola, do tomate, do litro de leite. Por isso, vamos ter muita responsabilidade fiscal, social e com o Brasil”, destacou.

Postar um comentário

0 Comentários