Ultimas

6/recent/ticker-posts

Lula faz caminha da Barra a Ondina com Jerônimo e arrasta multidão em Salvador




O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), cumpriu agenda de campanha em Salvador, na Bahia, nesta quarta-feira (12), feriado no Brasil em homenagem à padroeira do país para os católicos, Nossa Senhora Aparecida.
Durante a visita, Lula conversou com jornalistas, no Teatro Vila Velha, e aproveitou a data em que também é celebrado o Dia das Crianças para falar sobre a fome.
"Preciso dizer para vocês que hoje é Dia das Crianças. E eu fico imaginando quantas crianças nesse país levantaram de manhã sem ter um café para tomar. Quantas crianças não tiveram uma comida com as proteínas e as calorias necessárias para almoçar? Eu fico imaginando quantas crianças vão dormir no dia das crianças sem ter o alimento necessário para comer", afirmou o petista.
Antes da agenda na Bahia, Lula realizou ato de campanha no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Estava acompanhado de políticos fluminenses, incluindo o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD). O petista conversou com lideranças comunitárias e, depois, percorreu ruas da cidade e fez discurso em um carro de som.
Na capital baiana, Lula também seguiu para uma caminhada pelas ruas da cidade. A saída foi em frente ao Clube Espanhol, no bairro de Ondina, e seguiu até o Farol, no bairro da Barra.
Evento de Lula em Salvador foi encerrado no Farol da Bahia — Foto: João Souza/g1
Ao chegar ao Farol, o ex-presidente discursou e fez críticas a Jair Bolsonaro (PL). Lula disse que o presidente e candidato à reeleição usou os eventos religiosos recentes para fazer política.
"Nesta semana, ele [Bolsonaro] foi escorraçado lá no Cirio do Nazaré, tentou fazer política na procissão onde ele não foi convidado. E hoje ele arrumou briga em Aparecida do Norte, onde também ele foi sem ser convidado, tentando tirar proveito da religião", afirmou Lula.

Postar um comentário

0 Comentários