Ultimas

6/recent/ticker-posts

Mulher acusa PL de lançar sua candidatura sem autorização



O Partido Liberal (PL) está sendo acusado na Justiça Eleitoral de ter lançado a candidatura de Andréia Moura sem a sua autorização. Ela foi registrada como uma das 15 candidatas a deputado estadual pela legenda no Estado – ao todo, o PL possui 46 candidatos à Assembleia Legislativa.
No registro, Andréia consta como estudante, com ensino médio completo e de raça parda."Não tenho interesse em participar do referido pleito para qualquer cargo eletivo", acrescenta a estudante no documento encaminhando ao TSE.
Na última quarta-feira (17), o juiz Francisco Erico Carvalho Silveira, do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), intimou o comando do PL no Ceará a esclarecer sobre a denúncia. Também na quarta, o PL desfiliou Andéia do partido.
Em nota, a direção do PL no Ceará disse que a "senhora Andrea Moura está filiada ao PL, com o consentimento próprio, estava em andamento de pré-candidatura mas, por motivos pessoais, desistiu da candidatura após a realização da Convenção Partidária, no último dia 5 de agosto de 2022".

Postar um comentário

0 Comentários