Ultimas

6/recent/ticker-posts

Vídeo: Jovem viraliza após se candidatar para vaga de garota noturna 'sem querer' | Reconsaj Noticias




A estudante Fernanda, de 17 anos, viralizou no TikTok após contar que se candidatou, sem querer, para uma vaga para ser garota noturna achando que era uma oportunidade de trabalho como garçonete. A Universa, ela contou que participa de alguns grupos de anúncio de vaga de trabalho no Facebook. E em um deles, uma moça estava oferecendo oportunidade de "freelancer" em um final de semana, sem mais detalhes.
"Fiquei interessada e decidi entrar em contato", conta Fernanda, que está desempregada.
Através do chat, a anunciante explicou para Fernanda que a vaga se tratava de um "book rosa", nome que se dá para catálogo de garotas noturnas, e que ficou conhecido na série "Verdades Secretas", da TV Globo.
"Eu lá sabia o que era isso?", brinca a jovem, que continuou conversando com a mulher. Ela detalha que a mulher começou a fazer perguntas pessoais, como qual era seu peso, altura, se ela tinha manchas ou não pelo corpo, entre outras coisas. "Minha mãe começou a achar as perguntas íntimas demais, suspeitou e pediu para ler a conversa".
Foi aí, então, que Fernanda se deu conta de que o anúncio era um convite para trabalhar em um evento privativo de relações intimas. "Cheguei a falar pra ela que era menor de idade e que, nem se eu quisesse, podia aceitar a vagar. Do outro lado da linha, a aliciante respondeu dizendo que não tinha problema, pois seria uma festa particular. Fiquei em choque".
A anunciante segue dando detalhes da vaga: R$ 2,5 mil para duas horas de "evento", sendo uma hora reservada para ficar com o cliente no quarto. Apesar de o endereço não ser revelado, ela dá a informação de que a festa aconteceria em um hotel de luxo.
O vídeo em que a estudante compartilha a história teve mais de um milhão de curtidas no aplicativo TikTok. Vale lembrar que, no Brasil, o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) considera crime o aliciamento de menores de idade para práticas intimas, e prevê pena de 1 a 3 anos de prisão para o criminoso, além do pagamento de uma multa.

Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários