Família procura garota que saiu dizendo que ia para a escola e não voltou | Reconvale Noticias




A angústia da família de Tainá da Silva, de 13 anos, já dura mais de 48 horas. A jovem saiu para a escola na sexta-feira de manhã (05/11) e deveria ter voltado para casa à tarde, em Samambaia, onde mora com os pais e três irmãos, mas não retornou. A mãe dela, Jane da Silva, 31, e o tio, Jociel Santana Loureiro, de 35, pedem ajuda para encontrá-la.
Tainá disse para a mãe que teria um passeio da escola pela manhã. Às 11h, chegou a falar com Jane pelo telefone, dizendo que estava bem e avisando que tinha lanchado. No fim da tarde, preocupada com a demora da filha, Jane ligou para a escola e ficou sabendo que a atividade externa, na verdade, não havia acontecido. “A diretora ligou dizendo que Tainá não foi à escola de manhã nem à tarde”, contou a mãe.
Família abalada
Ao Correio, o tio da menina disse que a família registrou ocorrência de desaparecimento na 32ª DP, mas foram orientados a voltar amanhã (08/11) para mais informações. “Estamos todos muito abalados, sem saber o que fazer. Tento ajudar a mãe porque ela está muito preocupada. Jane e o marido ainda estão sem trabalhar, o que é mais uma dificuldade”, disse. Quando Tainá saiu de casa, usava vestido alaranjado, abaixo do joelho, blusa de frio preta por cima, boné, mochila e tênis preto. //CorreioBraziliense

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem