Header Ads Widget

Brumado é uma das cidades do Brasil com mais mortes em março que em toda a pandemia de coronavírus


Brumado é uma das cidades do Brasil com mais mortes em março que em toda a pandemia de coronavírus



Brumado está na lista das 10 cidades mais populosas onde a pandemia de Covid-19 provocou mais mortes em março deste ano do que em todos os meses anteriores de 2020. Um levantamento feito pelo setor de dados do núcleo de análise de grande volume de informações do Metrópoles aponta que o município baiano está em sexto lugar em um ranking de 464 cidades brasileiras. O jornal analisou dados sobre óbitos coletados na plataforma colaborativa Brasil.io. Em Brumado, desde o início da pandemia, até fevereiro deste ano, sob a influência da segunda onda da doença, foram registradas 52 mortes. Em março de 2021, o número foi de 54. Com 67.335 habitantes, de acordo com o IBGE, as novas mortes de março ajudaram Brumado a chegar a taxa de mortalidade de 179 óbitos por 100 mil habitantes, número superior a taxa média de mortalidade da Bahia, de 101 mortos por 100 mil habitantes, e a média nacional, de 149 mortes por 100 mil habitantes. De acordo com o boletim epidemiológico da prefeitura, no dia 24 de março, foram registradas, desde o início da pandemia, 106 mortes. O último boletim informativo desta segunda-feira (5) já contabilizava 131. Um aumento de 23.58% em 13 dias. No início de março, uma tragédia familiar chamou atenção: cinco pessoas de uma mesma família morreram em decorrência do vírus, em menos de um mês. Elas estavam internadas em Vitória da Conquista, cerca de 132 km de distância de Brumado, onde as vítimas moravam. Entre as 10 cidades mais populosas que registraram aumento de óbitos em março, quatro pertencem ao Rio Grande do Sul. São Paulo também aparece no ranking, em segundo e terceiro lugar, com as cidades de Assis e Avaré, respectivamente. Brumado, União da Vitória (PR), Palmas (PR) e Quirinópolis (GO) aparecem logo em seguida.

Postar um comentário

0 Comentários