Header Ads Widget

Urgente: Com a estabilidade nos casos da Covid-19, o Prefeito Joaquim Neto decide abrir o comércio em Alagoinhas


Atendendo ao apelo das forças empresariais do município e levando em consideração a estabilidade no número de casos da Covid-19 em Alagoinhas, o prefeito Joaquim Neto decidiu pela abertura do comércio, caso o governo do estado prorrogue o decreto que institui o lockdown parcial.

Estiveram presentes na reunião, onde a decisão foi tomada, representantes das forças empresariais do município, da imprensa, além de secretários municipais e do presidente da Câmara Municipal de Vereadores, José Cleto dos Santos Filho.

“A experiência ao longo dos últimos 13, 14 meses demonstra que o funcionamento adequado dos estabelecimentos comerciais não influencia no aumento ou diminuição do número de casos de coronavírus”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Fagundes. Segundo ele, o entretenimento e as confraternizações é que precisam ser evitadas, para conter a transmissção do vírus sars-cov-2 e cepas variantes.

Foto: Roberto Fonseca

Para o representante das Forças Comerciais de Alagoinhas, Benedito Vieira, o diálogo é imprescindível “para minimizar os prejuízo que a cidade está vivendo e impedir o fechamento das empresas e o desemprego”.

Durante a reunião também foi estabelecido um pacto de que, caso o número de infectados por Covid-19 aumente, em um prazo de 7 dias, a definição poderá ser modificada e o comércio novamente fechado. “Para tomar decisões é preciso ser cirúrgico! Alagoinhas conseguiu controlar a pandemia e, em nenhum momento, estivemos perto de um colapso, por isso, optamos por salvar a economia e impedir o desemprego em massa”, declarou o prefeito Joaquim Neto.

O toque de recolher será mantido, assim como deverão ser redobrados os cuidados de higiene nos estabelecimentos comerciais, com uso de máscara por todos, distanciamento social e disponibilização de álcool em gel para clientes e funcionários.

                                                       Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca


Postar um comentário

0 Comentários