Header Ads Widget

Brumado: Após pedido do MP, pai e filho são presos acusados de falso testemunho



A pedido do Ministério Público Estadual (MPE), pai e filho foram presos na última quinta-feira (11), no Fórum juíza Leonor da Silva Abreu, após acusação de falso testemunho, em Brumado. O pedido do MPE foi acatado pelo juiz da vara crime, Genivaldo Alves Guimarães. Ao expedir os mandados de prisão, Guimarães determinou o pagamento de fiança no valor de 10 salários mínimos para cada um. Pai e filho foram arrolados como testemunhas na apuração de um homicídio que ocorreu no ano de 2012 no bairro Baraúnas. Na ocasião, Alessandro Santos de Andrade, o Zorro, foi a óbito. Pai e filho estão presos na 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin). O MP ainda apura outras três pessoas qualificadas nos autos do processo, sobre acusação de falso testemunho. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, na sexta-feira (12), o defensor público estadual, Guilherme Pereira, pediu a concessão de liberdade provisória sem fiança aos presos. Na defesa, Pereira disse que ambos são réus primários, portadores de bons antecedentes e não representam risco à sociedade, podendo responder ao processo pelo suposto falso testemunho em liberdade.

Postar um comentário

0 Comentários