CNN produziu vídeo para exibir em caso de o mundo acabar; assista



Gravado nos anos 1980, quando a Guerra Fria podia terminar num apocalipse nuclear, vídeo tem exatamente 1 minuto – e foi mantido em segredo por décadas 

“Normalmente, quando um canal de TV inicia e encerra as transmissões do dia, ele toca o hino nacional. Mas com a CNN, um canal 24 horas, nós só sairíamos do ar uma única vez, e eu sabia o que isso significaria”, contou Ted Turner, o fundador da emissora, à revista New Yorker. Ele estava se referindo a um dos episódios mais bizarros da história da mídia: um vídeo, produzido pela CNN, para exibição em caso de apocalipse nuclear. 

“Nós reunimos as bandas do Exército, da Marina e da Aeornáutica, as levamos até a sede da CNN, para que tocassem o hino nacional. Aí eu perguntei se elas poderiam tocar Nearer My God, to Thee, para ter em videotape, caso o mundo acabsse. Seria a última coisa que a CNN transmitiria antes de… antes de sair do ar”, afirmou Turner em 1988. 

Embora Turner tenha admitido a existência da gravação, ela só se tornou pública em 2015, quando um ex-funcionário da CNN obteve uma cópia e a colocou na internet. No vídeo, de exatos 60 segundos, músicos executam uma versão instrumental do hino cristão composto no século 19 pela poeta Sarah Flower Adams.

Assista ao vídeo abaixo:



“Eu não consigo ver isso sem ficar com lágrimas nos olhos”, declarou Turner à New Yorker. Em sua versão original, Nearer tem letra, de tom apocalíptico: há trechos como “o Sol se pôs” e “a escuridão nos cobriu”, e o narrador morre – subindo ao céu para encontrar Deus. 

O clipe nunca foi ao ar. E, mesmo numa eventual catástrofe planetária, provavelmente não será: em 1996, Turner vendeu a CNN para o grupo Time Warner (hoje parte da empresa de mídia e telecomunicações AT&T). 

Por Bruno Garattoni – Superinteressante

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem